DayTrippers – Paixão em Viajar

Vilcabamba e o aniversário da Isa

Saímos daquela zona extremamente árida no Peru para um impressionante verde no Equador, uma cena incrível, pegamos a estrada para a fronteira e de repente o deserto de areia e árvores esparsas se transformou em uma densa vegetação. Chegamos ao Equador! Sem saber quase nada, talvez a maior incógnita da viagem. Pouco se fala desse país cuja moeda corrente é o dólar estadunidense e a maior atração, Galápagos, não cabia no nosso orçamento. Entramos e quase ficamos sem combustível pois vínhamos com o tanque bem vazio evitando abastecer com o caro diesel peruano e aguardando o equatoriano a USD 25 centavos o litro. Cruzamos a fronteira e não haviam postos por vários quilômetros, mas conseguimos chegar já na reserva e nos deliciamos com o bom preço desse item que é o maior custo na nossa viagem.

Voltaram as árvores


Por estradas tortuosas, mas de pavimento impecável, fomos subindo a serra a caminho de Vilcabamba, no vale da longevidade, mas o dia já acabava e dormimos em uma cidadezinha à beira da Panamericana. Ali pela manhã provamos o suco do tomate de arbol, uma fruta incomum no Brasil mas que ocorre em vários lugares da América do Sul e agradou. Seguimos caminho para chegar a um lugar com uma mística diferente, a fama de ser uma cidade de grande longevidade, com uma concentração incomum de pessoas centenárias.

Vilcabamba observada do alto


Bom, e qual a cara da cidade? Minas Gerais! Cercada de montanhas, uma pracinha com uma igreja, pessoas sentadas no banco da praça, tudo muito pacato, nada muito diferente, mas super agradável e ideal para passar o aniversário da Isa. Nós nascemos com 3 dias de diferença e mesmo com aniversários tão perto resolvemos variar de cenário e país, passando o meu na praia do Peru e o da Isa nas montanhas do Equador. O presente de aniversário escolhido foi um dia relaxante num spa, uma das especialidades desse lugar. Aliás, acampamos na Hosteria Izhcayluma, um hotel, spa, restaurante que também recebe “overlanders”.

O jantar de aniversário

E chegou o dia, Yoga pela manhã, massagem completa na sequência e Reiki pra finalizar. Enquanto isso eu colhia umas flores no jardim pra fazer um buquê surpresa. Gravei um vídeo da preparação e postei no face antes mesmo dela ver. Quando viu, ficou emocionada e chorou muito. Adorou a surpresa! Pra completar, jantamos uma comida vegetariana no restaurante do hotel que estava mais ou menos, apesar do clima do restaurante ser muito agradável e o vinho estar ótimo. O dia foi muito especial!

Além disso, passeamos pela cidade, aproveitamos pra ler, relaxar, tomar sorvete, descansar e matar um pouco a saudade do Brasil, mais precisamente de Minas. Não fizemos as caminhadas que disseram ser muito boas mas que não apeteceram no momento relax.

A praça central e a igreja

Também desvendamos um pouco dessa história de longevidade. Pelo que entendemos há um pouco de falácia em torno do tema, pesquisadores descobriam que alguns habitantes passaram a mentir a idade a medida que o tema passou a atrair a atenção. De qualquer maneira, o lugar tem mesmo uma boa qualidade de vida e pudemos ver uma grande quantidade de estrangeiros que se mudaram para lá em busca de uma vida melhor na aposentadoria. E quais os segredos da qualidade de vida? Coisas simples como um clima ameno o ano todo, alimentação baseada em vegetais frescos e orgânicos, água limpa e com alto teor de minerais correndo nos rios e uma vida sempre ativa. Quem quer?

Acampamento na Hosteria Izhcayluma, hotel, spa, restaurants e camping

Confira a galeria de fotos de Vilcabamba!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *