DayTrippers – Paixão em Viajar

Turquia, No Apaixonante Litoral Do Mediterrâneo

A Turquia tem mar que não acaba mais, ao norte é banhada pelo Mar Negro e o Mar de Mármara, a oeste pelo Egeu e ao sul pelo mediterrâneo. Em pleno inverno e também mais em acordo com a nossa rota para o oriente fomos para o mediterrâneo, relativamente mais quente em relação a qualquer outro lugar no país.

Saindo de Pamukkale nossa primeira parada foi Ölüdeniz e chegar no final do dia não foi boa ideia pois é o tipo de lugar que no inverno “o último que apague a luz”. Quatro campings fechados, ninguém na rua, rodamos, rodamos até que encontramos o segurança de um deles dormindo e nos juntamos a ele. O lugar era só nosso, a praia gostosa, o mar azul turquesa e por aí fomos ficando. Depois de três dias descobrimos um camping na montanha e subimos para a vista mais especial de Ölüdeniz, do alto é possível entender o formato especial da “lagoa azul”. Mas cuidado, pelas conversas soubemos que aquele paraíso tranquilo de inverno no verão é mais que lotado…

Seguimos pelo litoral dirigindo em uma estrada costeira de penhascos atingidos constantemente pelas ondas, o mar sempre azul rendendo belos visuais. Cogitamos parar em um, dois, três lugares mas queríamos chegar a Olympos que pelo que tínhamos escutado era a nossa cara, vilarejo de madeira, pegada meio hippie, praia, e pra completar ruínas de vários impérios a beira mar. Foi amor a primeira vista por esse lugar de mais de 2.000 anos com as típicas casas na árvore, tudo construído de madeira e as ruas de terra, merecíamos uns dias ali.

Como muitas hospedagens estavam fechadas em função do inverno paramos na mais movimentada para entender o que fazer, a Kadir Tree Houses. Era só pra pegar informação mas gostamos muito e resolvemos ficar uma noite. E foi justamente a noite que nos fez querer ficar ainda mais, com a fogueira, violão e muita gente legal. Entre essas pessoas conhecemos o Ahmet e a Alex, ele turco, ela Filipina que moram em Antalya, 60km dali e nos convidaram para ficar com eles quando passássemos por lá. Mas gostamos tanto que fomos ficando e quando o gerente viu que uns brasileiros estavam lá de carro nos convidou para ficar mais noites de graça. E com café da manhã e jantar fartos inclusos no preço super justo, a beira rio, muita energia boa e fogueira toda noite ficamos uma semana.


Mais de uma tarde andamos os poucos quilômetros que entre ruínas dos impérios Romano, Bizantino e do estado Lício levam até a praia. Subimos algumas pequenas montanhas com vista aérea para o mar e um final de tarde fomos até as incríveis chamas eternas de Chimera que se originam de gases como metano que emergem das rochas e queimam continuamente por séculos. É de lá a origem do monstro Quimera, da mitologia Grega, que teria sido derrotada e enterrada pelo herói Beloreofonte sobre seu cavalo Pégaso mas ainda segue soltando chamas debaixo da terra. Um lugar bem interessante para conhecer durante o dia e ficar até a noite. É duro partir de um lugar tão especial mas se não fizéssemos isso estaríamos até hoje em Cabo Polônio no Uruguai.


Antalya é uma cidade grande, aproveitamos para trocar um amortecedor do Curumim que estava quebrado já há uns 10.000km. Apesar de maior do que gostaríamos é uma cidade super agradável, construída em cima de falésias com um visual privilegiado do mar. É uma das cidades mais turísticas da costa do Mediterrâneo na Turquia e por sorte passamos por lá na baixa temporada. Os passeios em barcos estilo pirata é um dos grandes atrativos e por coincidência o nosso amigo Ahmet é dono de um deles e fizemos um delicioso passeio pela costa onde conhecemos uma bela e inusitada cachoeira com queda diretamente no mar. De quebra ainda tivemos o gostinho de pilotar um pouco o famoso “Baba Nuri”. Mais uma vez não foi fácil partir, o Ahmet e a Alex são mais que especiais e saímos com os olhos marejados.



Próximos Passos

Rumo a Capadócia, que dispensa apresentações. Será que vai rolar um vôo de balão?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *