DayTrippers – Paixão em Viajar

San Pedro de Atacama: No Deserto Mais Seco Do Mundo

Localizada a 102 Km de Calama, San Pedro de Atacama é denominada oásis por ser um lugar ímpar numa região inóspita como o Atacama, considerado o deserto mais alto e árido do mundo.

“La mano del desierto”, escultura a caminho de San Pedro

A região é muito interessante, possui várias possibilidades de passeios diferentes, e a vila, com menos de 2000 habitantes, é pra lá de charmosa, com ruas de terra, casas, pousadas e restaurantes com música e excelentes propostas gastronômicas, tudo bem rústico, da cor do deserto!

A rua principal da cidadezinha

Para quem se programa para uma viagem como essa é importante saber que San Pedro de Atacama não é um destino barato e que a maioria dos passeios oferecidos requer um transporte para se chegar até lá, o que encarece muito!

A estrada

Como nós estamos em uma longa viagem, sempre analisamos a questão custo benefício e elegemos os passeios que consideramos diferentes do que já vimos ou veremos pela frente. Se você não pode pagar para fazer tudo, estude bem o seu roteiro que você com certeza fará boas escolhas sem deixar de conhecer a região.

O belo circuito de lagunas

Como estávamos de carro, fizemos vários passeios pagando somente a entrada no local e o custo do diesel, sem contar que nos abastecemos de comida, bebida e combustível em Calama, pois além de muitas opções, tem melhor preço.

No primeiro dia fizemos no Salar do Atacama o circuito das lagunas Cejar, Tebinquinche e Ojos del Salar. A primeira é conhecida como o “Mar Morto da América do Sul”, devido à sua alta concentração de sal quem mergulha nela não afunda, flutua! É muito interessante e relaxante e o ideal é levar água doce para se limpar do sal após o banho, pois pinica bastante. Em seguida fomos para os Ojos del Salar que são duas lagoas de água doce no meio do deserto que se parecem um espelho, ninguém sabe explicar muito bem como elas se formaram, mas são lindas! E para finalizar a tarde com um belíssimo pôr-do-sol, a lagoa Tebinquinche, um espelho branco que reflete a imagem do vulcão Lincancabur e da cordilheira dos andes com o céu alaranjado, parecendo uma pintura, impressionante! Entrada a USD 5 por pessoa.

Laguna Cejar

Flutuando na laguna de alta concentração de sal

Nós e a família Bell nos Ojos del Salar

A lagoa espelho Tebinquinche, com 60 cm de profundidade máxima

Uma opção mais econômica para quem não está de carro é fazer o circuito de bike, há várias agencias que alugam bicicleta na vila e o circuito das lagoas ficam à 20km de San Pedro, é só providenciar um mapa e seguir a rota que é bem simples.

Gêiseres del Tatio, espetáculo único

Os Gêiseres del Tátio, a 4200mts de altura, sem dúvida são um ponto alto para quem visita San Pedro, e também difícil, pois é preciso acordar de madrugada, no frio, para chegar ao local ao amanhecer, entre 6 e 7 da manhã, horário de maior atividade dos gêiseres que jorram águas aquecidas pelo calor que emana do solo. Depois de tanto frio (7o abaixo de zero) fomos recompensados com um banho termal que fica próximo aos gêiseres, incluso no preço do bilhete. Foi muito relaxante e o melhor é que estávamos praticamente sozinhos no local, pois a grande maioria dos turistas que estavam ali seguiram para as termas de Puritama, o trajeto habitual das agências locais. Entrada para os gêiseres incluso termas USD 11 por pessoa.

Isa e Rafa nos geiseres

Belíssimos pores do sol nos Valles de la Luna e de la Muerte

Um lugar lindo, próximo da cidade e bastante visitado é o “Valle de la Luna”, localizado a apenas 2 km de San Pedro, é uma aérea com formações rochosas de diferentes cores e grandes dunas de onde assistimos mais um belíssimo por-do-sol e encontramos completamente por acaso um amigo do Rafa de Mogi Guaçu. USD 2, trajeto bom para ser percorrido de bike.

O belo Valle de la Luna

Tiramos o último dia para nos aventurarmos um pouco pelas altas dunas do “Valle de la Muerte”, praticando o famoso Sandboard, ou surf na areia, que é muito bacana mas precisa ter disposição para subir toda hora as imensas montanhas de areia naquele calor do deserto. E pra finalizar San Pedro com chave de ouro, no fim da tarde seguimos para a Cordilheira de Sal de onde presenciamos mais um pôr-do-sol de tirar o fôlego! Que terra mágica!

Pôr do Sol na cordilheira de sal

E uma boa dica nesse lugar de altos preços é o Camping Casa Campestre, que encontramos depois de bastante rodar e que cobra um preço bem melhor que os demais. USD 9 por pessoa e ganhamos de graça a simpatia da Aline, uma brasileira que namora o dono do camping e por ali vive, além do bode Gervásio que rendeu boas risadas na companhia dos nossos grandes amigos de viagem, a família sul africana Bell com quem passamos uma semana dessa vez.

Aline tirando o bode Gervásio da cozinha

Próximos passos

De um lugar fantástico pra outro que promete, vamos agora para o Salar do Uyuni na Bolívia, o maior deserto de sal do mundo com paisagens incríveis.

Veja o álbum de fotos de San Pedro de Atacama!

Compartilhe!

Located 102 km from Calama, San Pedro de Atacama oasis is known for being a unique place as an inhospitable Atacama, considered the highest and arid desert in the world.

“La mano del desierto”, sculpture on the way to San Pedro

The region is very interesting, it has several possibilities for different tours, and village with less than 2000 inhabitants, is pretty damn charming, with dirt streets, houses, inns and restaurants with music and excellent gastronomic proposals, fine rustic, the color of the desert!

The main street of the little towna

For those who program for a trip like this is important to know that San Pedro de Atacama is not a cheap destination and that most of the tours offered requires a transport to get there, what really endears!

The road

As we are on a long trip, whenever we analyze the issue money and elect the walks we consider different from what we have seen or will see ahead. If you can not afford to do everything, and study your script you will surely make good choices without knowing the area.

Must do

As we drive, we made several trips only paying the entry site and the cost of diesel, not to mention that we source food, drink and fuel in Calama, as well as many options, you best price.

On the first day we did the Salar de Atacama circuit lagoons Cejar, Tebinquinche and Ojos del Salar. The first is known as the “Dead Sea South America” due to its high concentration of salt who plunges it does not sink, it floats! It is very interesting and relaxing and the ideal is to bring fresh water to clean the salt after swimming because quite itchy. Then we went to the Ojos del Salar which are two freshwater ponds in the desert that look like a mirror, no one can explain very well how they were formed, but they are beautiful! And to end the evening with a beautiful sunset, the sun, the lagoon Tebinquinche a white mirror that reflects the image of the volcano and Lincancabur Andes with orange sky, like a painting, awesome! Entrance to USD 5 per person

Laguna Cejar

Floating in the high concentrated salt lake

The Bell’s family and us at Ojos del Salar

Lake and mirror Tebinquinche, 60cm max depth

A more economical option for those without a car is to make the circuit of bike, there are several agencies that rent bike in the village and the circuit of the lakes are at 20km from San Pedro, just provide a map and follow the route that is quite simple.

The Tatio Geysers, a 4200mts high, are undoubtedly a highlight for anyone visiting San Pedro, and also difficult as it requires waking up at dawn, in the cold, to reach the place at dawn, between 6 and 7 am, time of highest activity of geysers spouting water heated by the heat emanating from the ground. After so cold (7 below zero) were rewarded with a thermal bath which is close to the geysers, included in the ticket price. It was very relaxing and the best is that we were virtually alone on the spot, because the vast majority of tourists who were there went to the spa Puritama the usual path of local agencies. Entry to the spa geysers included USD 11 per person.

Isa and Rafa at the geysers

A beautiful place, close to the city and is often visited the “Valle de la Luna”, located only 2 km from San Pedro, is an aerial formations of different colors and large dunes where we watched another beautiful by-the- sun and found completely by chance a friend of Rafa Mogi. USD 2 good path to be traveled by bike.

The nice Valle de la Luna

We took the last day to venture a bit by the high dunes of the “Valle de la Muerte,” practicing the famous Sandboard or surf on the sand, which is very nice but needs to be willing to climb every time the huge mountains of sand that heat desert. And to finalize San Pedro with a flourish at the end of the afternoon we went to the Cordillera de Sal where we witness another sunset sunsets breathtaking! That magic land!

Sunset at salt mountains

And a good tip in place of high prices is the Camping Casa Campestre, we find after enough running and collecting a price better than the others. 9 USD per person for free and gain the sympathy of Aline, a Brazilian who’s dating the owner of the camp and live there, and the goat Gervasio which yielded good laugh in the company of our good friends travel, the South African family with whom Bell spent a week this time.

Aline taking Gervasio, the goat, out of the kitchen

Confira a galeria de fotos de San Pedro!

2 comentários sobre “San Pedro de Atacama: No Deserto Mais Seco Do Mundo

  1. Lara Nogueira

    Olá! Adorei o relato de vocês.
    Estou indo para o Atacama com um grupo de 5 pessoas e pretendemos alugar um carro em Calama para fazer todos os passeios.
    Vocês tiverem dificuldades para acessar as atrações? Utilizaram GPS?
    Aguardo retorno!

    1. Rafael Avila

      Oi Lara! Legal que gostou, bom poder ajudar! Não tivemos dificuldade não, mas determinadas partes ficamos felizes por estar em um carro robusto, mas nem o 4×4 foi necessario. Bastante estrada de terra e em alguns momentos ruins, mas acho que um carro normal tambem sobreviveria. GPS Sempre 🙂 Qq duvida avise. Aproveitem!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *