DayTrippers – Paixão em Viajar

Lago Titicaca: O Lago Mais Alto Do Mundo

Local sagrado para muitos povos do altiplano, o Lago Titicaca é um lugar mitológico do nascimento da cultura Inca. Segundo a tradição, dele nasceram o pai e a mãe do povo que ocupou Cusco e uniu sob sua administração, diversos povos do altiplano sul-americano.

Vista do Titicaca na Ilha do Sol

O Lago Titicaca está a 3800 metros acima do nível do mar, é considerado o mais alto lago navegável do mundo e o segundo em extensão na América Latina.

Cruzando o lago em balsa de madeira

Localizado na fronteira entre Peru e Bolívia, o lago se destaca azul e enorme nas pitorescas cidades de Copacabana, na Bolívia e Puno, no Peru. Sendo alimentado pelo degelo das geleiras que rodeaim o altiplano e pelas águas da chuva.

Copacabana, Bolívia

Para quem estava de viagem há um bom tempo pelos andes, chegar em Copacabana foi como estar na praia, a cidade tem um clima praiano super agradável, com uma única diferença: Faz muito frio devido à sua altitude.

Pôr do sol a beira lago

Tem uma avenida beira lago onde se concentram barzinhos, restaurantes, agências de viagem, tudo no típico estilo boliviano, bem colorido e com preços muito econômicos.

Barzinho na ¨praia¨

Nosso objetivo na cidade era pegar um barco para conhecer a famosa Isla del Sol, um importante ponto para a história nativa, pois segundo a lenda a ilha seria o berço da civilização inca. A Ilha é fantástica, uma mistura de uma cultura muito forte, de um povo orgulhoso de suas tradições, unido à beleza natural do local e suas ruínas. Excelente combinação!

As ruínas e o Titicaca

Fizemos o tour de um dia a USD 4 por pessoa, são duas horas de barco até o destino, e você pode comprar em uma das milhares de agências que tem na cidade. Se tiver que pagar mais caro para pegar um barco melhor e mais rápido, com certeza valerá o investimento. Leve sempre um dinheiro extra, porque infelizmente o turismo é bastante explorado e existe extra pra tudo!
Tem também a opção de passar noite em pousadas na ilha para quem quiser fazer um programa mais tranquilo. A Bolívia definitivamente é um país para viajantes aventureiros. Não espere muita infra estrutura e boa qualidade nos serviços oferecidos.

Isa ganhando uma proteção, pagamento extra

Puno, Peru

Puno foi muito bom, impressionante como em um mesmo lago você pode fazer dois passeios completamente distintos, por isso achamos essencial conhecer o Titicaca do lado Boliviano e Peruano. Embora sejam cidades relativamente próximas, e a cultura bastante parecida, o povo e o clima são muito diferentes.

Isa brincando com menina da ilha

Em Puno fomos conhecer as famosas ¨Islas flotantes de los Uros¨, um grupo de ilhas artificiais feitas de totoro, uma espécie de ¨capim¨ nativo do próprio lago. É muito interessante ver um povo que vive em uma ilha toda de ¨capim¨, chão, casas, barcos… as ilhas estão ancoradas e é preciso fazer uma manutenção para que a estrutura não umedeça. É um estilo de vida muito peculiar e é impressionante como são acostumados a viver em casas de totoro no frio que faz naquela região. Existe todo um protocolo para cozinhar, uma vez que o risco de incêndio é grande.

As ilhas

Fizemos esse tour de barco de um dia e nos custou USD 8 por pessoa. É preciso pesquisar, pois o preço pode até quadruplicar caso seja comprado em uma agência ou hotel. Nós fomos até o ¨muelle municipal¨ e compramos a passagem diretamente dos cooperados, a forma mais barata de se fazer o passeio.

Menina remando como gente grande

Na ilha principal conhecemos Bernabé, uma espécie de relações do lugar e extremamente simpático, nos contou sobre a vida por ali enquanto brincávamos com sua filhinha, experiência incrível!

Bernabé, o ¨prefeito¨ do conjunto de ilhas

Próximos passos

O destino agora é uma das cidades mais antigas da América do Sul, berço do império Inca e ponto de partida para Machu Picchu, senhoras e senhores, Cusco!

Veja o álbum de fotos do Titicaca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *