DayTrippers – Paixão em Viajar

Istambul, a porta de entrada da Ásia

Istambul

Após 15 dias de recuperação da cirurgia, pontos retirados, estávamos liberados para sair de Sofia, capital da Bulgária onde curtimos vários dias a -15ºC em um quartinho aquecido de um hostel pequeno e aconchegante. Partimos para a Turquia e nas paradas do caminho sempre aquecíamos água no fogão para a fisioterapia da Isa que aprendemos via Skype com uma prima dela fisioterapeuta.

Istambul

Alguns dias de estrada e chegamos em Istambul, antiga Bizâncio e Constantinopla, uma cidade enorme, com mais de 14 milhões de habitantes, do jeito que não gostamos, mas já conhecíamos e sabíamos que era uma das poucas excessões, uma cidade grande que amamos. Além do mais tínhamos vistos para resolver, a lente da câmera para consertar e outros detalhes práticos então ficamos 10 dias.

Istambul

Com a questão da fisioterapia e as dificuldades de guardar o Curumim em uma cidade grande, mais os preços inflacionados pelo grande fluxo de turistas em Istambul, procuramos um Couchsurfing, o site que coloca viajantes e locais que queiram recebê-los em suas casas em contato para hospedagem e principalmente troca de experiências. Ficamos na casa do Murat, um cara super simpático que mora na parte asiática da antiga capital do império bizantino, então chamada Constantinopla. Como a maior parte das atrações e serviços está na parte européia sempre pegávamos a balsa que cruza o Estreito de Bósforo para nos locomovermos nessa cidade transcontinental. Em diferentes horários o cruze de menos de meia hora oferece diferentes visuais e os minaretes das mesquitas no horizonte nos prendia a atenção. Tanto gostamos que um dia pegamos um “cruzeiro” pelo Bósforo que roda algumas horas perto das margens em um passeio agradável e belo.

Istambul

A Turquia não é um país muçulmano em sua constituição, mas 99% da população se declara como tal e é também o que se sente nas ruas. Não há regulamentação quanto a forma de se vestir mas uma grande parcela da população usa um véu cobrindo o cabelo. Também é possível ver algumas pessoas usando a burca mas grandes chances de ser um turista ou alguém de etnia árabe. Nos perdíamos nas ruas com prazer, experimentamos a ótima culinária de rua, o típico pão com peixe nos barcos ancorados na beira do Bósforo, os cheiros e cores dos bazares e do icônico Grand Bazaar e tudo acompanhado da simpatia do povo turco. É claro que a multidão pode ser um pouco sufocante, mas para nós era sempre parte da experiência e dava o toque especial nessa metrópole cosmopolita e multicultural.

Istambul
Istambul

Possivelmente a maior atração de lá sejam as mesquitas, elas se diferenciam das de qualquer outro país em grandiosidade e na quantidade de minaretes. Na praça Sultan Ahmet estão as imponentes Hagia Sophia e a Mesquita Azul cartões postais da cidade que merecem ser apreciadas de manhã, de tarde e de noite. A Hagia Sophia foi construída como Catedral Ortodoxa na época do império bizantino há mais de 1500 anos e transformada em mesquita, tendo funcionado como tal por outros 500 anos para posteriormente se tornar um museu. Já a Mesquita Azul, cujo nome real é Sultan Ahmet ainda é frequentada por fiéis e os turistas visitam fora dos 5 horários diários de reza. Além da beleza arquitetônica uma experiência fantástica é conversar com o Imã (líder) da mesquita e conhecer mais sobre o islã.

Istambul
Istambul

Como todas as outras religiões os islâmicos pregam a paz e a tolerância e nos dias atuais fazem questão de enfatizar isso e se diferenciarem dos fanáticos, que aliás estão em muitas outras religiões. Nós brasileiros recentemente assistimos ao apedrejamento de uma menina na saída de um culto de Candomblé por fanáticos. Nos sentimos muito bem na conversa com o Imã, uma pessoa muito espiritualizada e agradável que nos contou a história de Maomé, o início da religião, as tradições islâmicas e ensinamentos do Alcorão.

Istambul

Istambul é uma cidade que se pode ficar 3 dias, 3 semanas ou 3 meses e sempre haverá algo de novo para conhecer. Como é ponto de parada para vôos para a Ásia com certeza pisaremos nesses solos imensos outras vezes e com imenso prazer.

Istambul
Istambul
Istambul

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *