DayTrippers – Paixão em Viajar

Estocolmo: Arquitetura, História E Cultura Na Capital Da Suécia

Estocolmo, a noite

Capital, cidade grande, transito, buzina, bagunça? Nada. Estocolmo está mais para uma cidade média, com transito de bicicletas, pouca buzina e nenhuma bagunça. Com tudo bem limpo e organizado, as vezes até demais, o show fica por conta da composição da cidade com arquitetura bem típica entre ilhas e canais que se transformam em uma pintura quando a noite cai e as luzes refletem no mar.

Vista de cima

Uma coisa bem legal acontece quando esticamos mais tempo em uma cidade como foi o caso aqui. Os 20 dias que passamos possibilitam sentir um pouco o que é morar ali. Nos familiarizamos com os nomes das ruas, os estacionamentos de bicicletas mais convenientes, onde encontrar o que, qual o deck mais gostoso para dar um pulo no rio. Alias, se fosse pra eleger o melhor de Estocolmo eu diria sem duvida o fato de que no meio da cidade é possível mergulhar em água limpa e doce em vários lugares.

Nadando pela cidade

Além disso ficar bastante tempo significa ir vivendo as experiências aos poucos e ficar sabendo de coisas que vão acontecer. Foi assim que fomos a um show de Tributo à Elis Regina fora de série na voz da Bartira em um pequeno barzinho de Jazz. Também um show do Manu Ciao gratuito em um evento cultural da cidade com o tema Barcelona. E as coisas foram acontecendo, com nossa anfitriã a irmã da Isa nos mostrando a cidade que há 3 anos é dela. Brechó no final de semana, bar de gelo a noite, museus durante a semana, praia no final de semana, free walking tour durante a semana, tudo com as bicicletas da cidade que pagamos USD 35 por uma temporada inteira, muito barato, e basta pegar uma em algum estacionamento pela cidade e devolver ou renovar a cada 3 horas.

No show do Manu Ciao


Bartira encarnando Elis


O Free Walking Tour foi dos bons. A história da cidade indo dos Vikings à Monarquia que segue até hoje em meio às vielas do centro antigo dá uma ideia de tudo que já aconteceu nos 760 anos de história de Estocolmo. Pra quem estiver pela cidade nao pode perder https://www.facebook.com/FreeTourStockholm

Por do sol na cidade

Outra coisa legal em Estocolmo é a quantidade e variedade de museus, mas são muitos e geralmente pagos, então tivemos que escolher. O Vasa é o que consideramos imperdível. O museu expõe o navio de mesmo nome construido em 1628 para ser o maior navio de guerra da época, demandando 3.000 homens trabalhando por quase 3 anos que naufragou depois de navegar 1.5km na viagem inaugural. A poluiçao e a baixa salinidade do mar Báltico dentro de Estocolmo na época preservaram o navio que hoje está exposto com muita história praticamente intacto dentro do museu. Também fomos ao Museu do Prêmio Nobel na sexta-feira as 16hs quando é grátis e foi legal. A Isa foi no Abba quando os pais dela estavam por lá e fomos no museu de arte moderna na sexta as 16hs quando a entrada é gratis. Ainda bem, porque pirar em um quadro vermelho com três riscos grandes não é muito a nossa praia. Mas valeu, algumas obras são realmente interessantes.

Museu do Vasa

Uma outra experiência que vale muito a pena na cidade é apreciar o por de algum ponto alto. O que fomos mais de uma vez é na ilha de Södermalm, a mesma que ficamos. Basta cruzar vindo de Gamla Stan (a cidade velha) e quando cruzar para Södermalm virar para a direita sentido hotel Hilton e depois do hotel não será difícil de encontrar um mirante com mesas e banquinhos. Perfeito para um vinho e observar a cidade clara, com o sol se pondo e a noite. Um dos dias saí para varar a madrugada capturando fotos noturnas de Estocolmo. Uma das melhores cidades para serem fotografadas a noite. Teremos que voltar um dia pois as poucas raízes que criamos ali deixaram saudades quando saímos.

Arquitetura típica sueca


O show a noite, debaixo de um viaduto

Próximos Passos

Com o Curumim chegando de navio é hora de ir para Hamburgo receber o nosso garoto e ver o que faremos para fazer o desembaraço aduaneiro mais barato do que os 1300 Euros que o despachante está cobrando.

O garoto no container

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *