DayTrippers – Paixão em Viajar

Cabo Polonio, Um Pouco Mais E O Video Paixão De Verão

Depois de uns dias no Uruguai sem encher o tanque, pois é o país com Diesel mais caro da América do Sul, voltamos 150km para trás por uma dica preciosa da Gabi, garçonete de um restaurante e da Renata, uma brasileira que trabalha no 1949 Hostel em Punta del Este.

Video de Cabo Polonio

Depois de gastar nossos preciosos litros de combustível uruguaio, pegar um pau de arara sacudindo por meia hora pelo meio das dunas, chegamos a uma vila simples, com casas de madeira e sem ruas, apenas caminhos de areia entre as casas. Energia elétrica somente para o essencial, eólica ou solar. Cabo Polônio é o tipo de lugar que gostamos, de difícil acesso, inóspito, mágico.

“Avenida” de Cabo Polonio

Quando chegamos tivemos a sensação que passaríamos o resto da vida ali, parados no tempo, assim como o lugar que parece estar ainda nos anos 70. Durante o dia nos dedicávamos a ficar esticado em uma das praias vazias ou vagar pela “avenida principal” onde os hippies expõem suas artes, uns músicos passam o chapéu e um grupo de palhaços entretêm os passantes.

Cachorro, companheiro, que ficou esticado na praia com a gente

Depois do lindo por do sol, a medida que cai a noite vão se acendendo velas nos bares e as lousas de madeira informam o menu. Escolhemos a pizzaria do Lobo?? pelo cardápio: música ao vivo. Sem saber onde ficaria a banda, sentamos no chão embaixo de um guarda-sol com nosso vinho uruguaio, a Lara e o Steven, uma brasileira e um holandês que fizemos amizade no albergue.

Noite com uma galera gente boa, Lara e Steven

Quando começou nos demos conta de que estávamos “na primeira fila”, praticamente dentro do “palco”. Com uma fogueira ao fundo o som dessa banda de uns 12 uruguaios, só com violão, percussão e voz começou a rolar passando por Jefferson Airplane, Jimmy Hendrix, Jorge Ben, Beatles e o auge foi um Rolling Stones que se o Mick Jagger não estivesse vivo poderíamos jurar que seu espirito baixou ali. E sem eletricidade, só no gogó! Que bela noite!

E muito som!

E nesse ritmo foram os 3 dias em que nos apaixonamos por Cabo Polonio. praia, pôr do sol, vento, vinho e música. Precisa de algo mais?

Um dos pores-do-sol de Cabo Polonio

Veja também a matéria de Cabo Polonio.

http://www.daytrippers.com.br/cabo-polonio