DayTrippers – Paixão em Viajar

Eslováquia, E A Impressionante Caverna Demänovská

Com 2 caronas dentro do Curumim, a Marina, nossa amiga de Coqueiral e a Giovanna brasileira que conhecemos em Zakopane, seguimos para cruzar a Eslováquia em apenas 2 dias afinal só restavam 5 dias do nosso visto para a Schengen Area da Europa. Ainda bem que com menos de 300km de norte a sul e pouco maior que o estado do Rio de Janeiro, cruzar rapidamente não seria um teste de resistência, apenas a sensação de não conhecer de fato o país nos deixou um pesar. Como já tínhamos aproveitado os Tatras do lado da Polônia, decidimos conhecer uma das especialidades eslovacas, as cavernas!

Zakopane

Caverna

Depois de alguma busca descobrimos que as cavernas de gelo, aparentemente fantásticas, estavam fechadas no alto inverno, então escolhemos a Demänovská jaskyňa Slobody, ou Caverna da liberdade Demänovská que nos pareceu bem impressionante. Com 8km de galerias sendo 2km abertos ao público ela é a mais extensa do país e também a mais visitada.

Zakopane

Visitantes

Ao chegar na entrada fizemos um almoço já que a visita seria em um grupo guiado dali 40 minutos. Barriga cheia, caverna adentro não demorou para perceber que nosso guia explicaria tudo em russo! Perguntamos se não havia um grupo em inglês ou se não podiam ter nos avisado no momento da compra do ticket mas disseram que não. Nos restava apreciar as formações e fotografar os detalhes enquanto a explicação acontencia.

Zakopane

Almoço rápido

É uma caverna impressionante, cursos d´água, piscinas naturais verde esmeralda, estalactites, estalagmites, uma beleza ímpar. A caverna mais bonita que visitamos nessa viagem até agora. Enquanto eu me deliciava com as fotos, que devido a pouca luz precisam ser tiradas com tripé e em longa exposição, demandando mais tempo, a ajudante do guia ia me tocando e apagando as luzes. Não bastasse isso, ela veio com a novidade que também não nos disseram no caixa de que teríamos que pagar uma taxa extra para fotografar. Sério, parecia que estavam de sacanagem com a gente. Reclamei um pouco e voltei a me concentrar nas fotos, sendo tocado sempre pela vice-guia.

Zakopane

As visitantes e as estalactites


Zakopane

Lagoa esmeralda

Apesar dos incômodos seguimos apreciando cada momento, até que na saída vieram nos cobrar os 10 euros extras por fotografar. Depois de deixar claro que não achávamos justo pedimos para irmos então ao caixa para trocar dólares em euros e pegar um recibo pelo nosso pagamento. Não, os malandros queriam o pagamento ali mesmo, na mão deles, sem recido. Ah tá! Batemos pé, insisitmos até que eles sugeriram que apagássemos então as fotos já que não tínhamos pagado para tirá-las. Nem pensar, tinham ficado tão legais. Mais uns minutos de discussão acalorada e ele desejou que fizéssemos bom proveito das fotos. Pos fizemos, aí vai!

Zakopane

Estalactites e Estalagmites

Zakopane

Gigante

Zakopane

Curso d´água

Zakopane

Belas formações

Zakopane

No detalhe

Uma péssima experiência em um lugar belíssimo, as vezes acontece. Infelizmente não tinhamos mais tempo para ficar na Eslováquia e tirar essa impressão ruim então teremos que voltar um dia, quem sabe…

Próximos passos

Ainda no sufoco por conta do visto a expirar em 3 dias fomos para a Hungria, mais especificamente a capital Budapeste, lugar que já conhecíamos e que morríamos de vontade de conhecer novamente, dessa vez juntos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *