DayTrippers – Paixão em Viajar

A nada simples tarefa de se comprar diesel na Bolívia (barato)

Como se compra diesel na Bolívia? Vai ao posto e pede ao frentista certo? Quase isso. Os combustíveis e o gás de cozinhas são subsidiados no pais, mas o governo não quer que esse beneficio se estenda aos turistas que estão ali de passagem então o litro de diesel que custa pouco mais de 1 real para um local, sobe para mais de 3 reais para quem tenha placas estrangeiras no veiculo. Isso significa que vai de muito barato a muito caro.

Isa tirando os galões do teto

A corrupção esta espalhada pela Bolívia de uma forma mais visível e corriqueira que no Brasil, nos pediram contribuições extraoficiais algumas vezes no tempo que estivemos lá, mas nós somos chatos e damos uma canseira em qualquer um, e NUNCA pagamos propina.

Nesse contexto a diferença de preço cria mais uma forma de se ganhar um por fora no país. Ninguém quer pagar a diferença então o que faz boa parte dos viajantes que conhecemos é encontrar uma brecha para encher o tanque sem esvaziar a carteira. Vimos três formas diferentes em uso.

Na primeira e mais comum o viajante vai ao posto e pergunta o preço do combustível ao que o frentista responde que são 3 reais por litro em função de a placa ser estrangeira. Então o comprador alega que ¨no necessita factura¨ e o atendente diz que não pode pois ha câmeras de vigilância, mas logo é convencido que as câmeras não veem nada. Então começa uma negociação de algo entre 1 e 3 reais, normalmente mais próximo de 2 em que o frentista embolsa a diferença e o turista economiza alguma coisa.

A segunda chega a ser engraçada, uns amigos suíços (sic) contaram que vinham abastecendo a preço de local. Mas como? Eles tinham uma placa boliviana que utilizavam apenas quando iam abastecer. Bom, deve ser meio arriscado, mas depois os encontramos novamente no Peru, então saíram ilesos.

A terceira é a mais trabalhosa, mas muito segura, e a ideia foi do próprio frentista, um simpático que não buscava ganhar algo por fora. Galão de combustível não tem placa, então basta esvaziar suas reservas dentro do tanque e ir até o posto para comprar a preço de local. E foi isso que fizemos, sempre baixávamos os 2 galões de 20 litros que temos no teto do jipe e abastecíamos a preço local, é um trabalho e muita vezes tivemos que fazer 2 viagens até o posto, mas vale muito a economia!

E no final das contas essa é a típica conversa de overlander enquanto toma uma cerveja no Hotel Oberland em La Paz, afinal o assunto gira e sempre passa pelo tema de como viajar mais tempo gastando menos!

6 comentários sobre “A nada simples tarefa de se comprar diesel na Bolívia (barato)

  1. Rodrigo

    Bom dia! estou programando fazer uma viagem Saindo do Brasil indo até La paz (Bolivia) e depois descendo até San Pedro de Atacama (Chile) e posteriormente voltando até Foz do Iguaçu pelo Norte da Argentina. Será que vou ter problemas para encontrar com o Diesel S50?

    1. daytrippers Autor da Postagem

      Rodrigo, nao tivemos nunca problemas para encontrar diesel, mas sinceramente não sabemos diferenciar qual era o tipo, se era S50 ou não, colocamos sempre o diesel comum mais barato rss… qualquer duvida nos procure! abs!

  2. Nardino labres Neto

    Já fiz duas viagens para o Chile e Argentina, tanto no Chile como na Argentina o Diesel é bem melhor que o nosso, e a diferença entre o Diesel S10 e o S50 é só menos enchofre
    se não tiver o S10 e vc. abastecer com o S50 não vai te trazer maiores problemas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *